Luísa Jacinto, Lisboa, 1984.

Estudou Artes Visuais na Faculdade de Belas Artes, em Lisboa, e terminou o seu mestrado na Central Saint Martins – Byam Shaw School of Art em 2009. Expõe regularmente desde 2007. Das exposições colectivas em que participou destacam-s: Processo e Transfiguração – Casa da Cerca, Almada, Portugal, 2010 e 17 Ingredientes – Medidas de Autonomia, com curadoria de Shama Khanna e Craig Blanche, Studio One, Londres, Reino Unido, 2009. Entre as suas exposições individuais destacam-se: Basta um só dia, comissariada por João Miguel Fernandes Jorge, Museu Carlos Machado, Açores, 2012; Um desejo impune, Galeria Alecrim 50, Lisboa, 2011; Things change quickly, Espaço Avenida, Lisboa, 2010; As Coisas estão guardadas, Jorge Shirley, Espaço Príncipe Real, de 2009. Participou em 2013 na residência artística da Casa Tomada, em S. Paulo, Brasil. Está actualmente em residência no Carpe Diem – Arte e Pesquisa. O trabalho de Luísa Jacinto é representado em diversas colecções públicas e privadas.